Clubhouse: O que é e para que serve?

A nova rede social ainda depende de convites para entrar e te permite conversar com grandes personalidades do mundo todo

Tão sabendo da novidade???

Resultado de imagem para gif tao sabendo da novidade mulheres apaixonadas

Então, o hype do momento está em cima da mais nova rede social, Clubhouse, apenas para convidados. Conseguem sentir a nostalgia? Foi a mesma estratégia utilizado pelo Orkut, Facebook e Instagram lá nos primórdios em que apenas membros podiam convidar pessoas a se cadastrarem. Por hora, cada membro tem dois convites para distribuir.

Mas do que se trata? Ouvi dizer que é áudio…

E é! Mas não é só sair mandando áudios, como no Whatsapp ou a ferramenta que o Twitter lançou e quase ninguém aderiu. Tratam-se de conversas que ligam pessoas pelo interesse e podem ser muito interessantes para conhecer pessoas e estreitar laços.

Inclusive, meu amigo Jornalista e Youtuber Eldo Gomes fez uma matéria bem bacana de boas práticas ao chegar no Clubhouse. Recomendo depois dar uma conferida aqui.

E qual a vantagem disso?

O Clubhouse foi criado em março de 2020, mas só agora ganhou uma alta visibilidade no Brasil. A graça dele é que, em teoria, somos todos meros mortais com as mesmas chances de comunicação. Em uma sala de bate-papo podemos estar você, eu, Ivete Sangalo e Mark Zuckerberg. Em outra, pode estar Boninho, Kleber Bam Bam, Sílvio Santos e Beyoncé falando sobre o BBB 21. Doideira, né? Mas é isso. E, pensando um pouco mais na realidade, você pode se conectar com pessoas do seu nicho de interesse em conversas sobre sua especialidade em que você pode mostrar o que sabe e uma charmosa personalidade (pelo menos, é o que se espera).

Vale a pena ir atrás do meu convite?

Opa, leia de novo o tópico acima e lembre-se de uma coisa: networking é tudo! Se vale a pena se comunicar, imagina por áudio, que as pessoas conseguem entender sua entonação? Diferente dos frios e-mails e mensagens instantâneas que precisamos de emojis para nos ajudar a expressarmos o que queremos. E uma vez lá, você também pode convidar mais duas pessoas. Mas, cuidado! Tu te tornas eternamente responsável… por quem convidas. Sim, as duas pessoas que você chamar estão ligadas a você. Leve quem você sabe que não violaria as diretrizes do app. Sim, tenso!

Quem seguir?

Muita gente está chegando ao Clubhouse agora, mas a estratégia é sempre a mesma: não adianta sair seguindo por seguir. Siga quem realmente produz algo do seu interesse, quem fala sua língua ou até quem não fala, mas é do seu interesse aprender. Um mundo de possibilidades em áudio se abre com uma nova rede social. Cabe a você aproveitar.

E se é para aproveitar, aqui vai meu jabá: Me siga lá também! =D

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *