Polícia encontra corpo na busca por Naya Rivera

Ainda não confirmado pelas autoridades, sites já confirmam ser a atriz. Para os fãs, é uma perda irreparável e aqui vai a razão:

A polícia de Ventura, na Califórnia, nos EUA, encontrou um corpo no lago Piru, em que a atriz Naya Rivera desapareceu. Ainda que não tenham confirmado se é ou não o corpo da atriz, de acordo com o site TMZ, é sim Naya, que estava desaparecida desde a última quarta-feira (8) após sair para um passeio de barco com o filho Joey, de 4 anos.

Uma coletiva de imprensa está marcada para o fim da tarde de hoje para que eles possam informar oficialmente a confirmação – ou não – da morte da estrela de Glee.

Falando em Glee… deixo aqui meu depoimento sobre a morte de Naya Rivera:

Eu era um garoto diferente, gordinho, desajeitado, ainda descobrindo 0o que significa ser gay quando Glee foi lançado. Sim, muitos eram os personagens que faziam com que a gente se identificasse. Mas Santanna Lopez, personagem da Naya Rivera, tinha um quê a mais. primeiro que era “vilã” e a gente sempre ama um bom vilão. Era impossível não amar.

Mas, mais que isso, Santanna Lopez abordou tanto assunto importante. Ela era uma pessoa com a sexualidade livre, fazia o que queria sem se preocupar com rótulos. Depois, se descobriu gay e teve lá sua dificuldade de aceitação. Uma vez aceita por si mesma, virou uma voz de militância lésbica na série.

Ser latino não é apenas vestir-se como numa tourada (e sim, um episódio explicita bem isso. Episódio que trazia Ricky Martin até). Santanna Lopez mostrou o poder da mulher latina na série, fazendo com que nós, não brancos, e “latinos” pudéssemos entender, nos identificar ainda mais e torcer por ela.

Passado Glee, Naya ainda lançou livro, mostrou a força da mulher em outros episódios e hoje, é uma estrela não apenas aqui, mas também no ceu.

Escrevo este texto meio que corrido, meio que emocionado… mas minha intenção é apenas registrar meu amor por uma artistas que perdemos cedo demais. Mas que vai deixar um legado e tanto. E para finalizar, deixo aqui o vídeo da performance que era antes especial e agora será eternizada por sua simbologia. Ele é parte do episódio em homenagem à Finn Hudson, personagem de Cory Monteith, quando faleceu, sete anos atrás:

Obrigado por tudo, Naya Rivera. Obrigado por tudo, Santanna Lopez.

Ps.: para saber mais sobre o histórico do sumiço da atriz, o G1 fez uma matéria excelente. Para ler, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *