Minha Mãe é uma Peça 3 é a maior bilheteria do cinema brasileiro

Não teve dinheiro sujo da Igreja Universal ou salas vazias de cinema que mantivessem filme de Edir Macedo em topo de bilheteria. A arte tem sua força e Minha Mãe é uma Peça 3 é a maior prova disso, que recentemente alcançou a marca de R$ 137,9 milhões arrecadados.

Um filme que fama de família, protagonizado por um homem assumidamente gay, vestido de mulher, é hoje a maior bilheteria do Brasil. E isso é um marco e tanto. Sim, sabemos que Paulo Gustavo teve la suas escorregadas na luta pela causa LGBT+, mas precisamos reconhecer um feito como este. Afinal, pessoas de todos os nichos e idades assistiram a obra e foram impactados, gostando ou não, pelas mensagens que ela passa.

Fiz uma publicação, inclusive, falando do quão inclusivo o filme é, lembra? Caso não, clica aqui.

Ah, se não entendeu a referência sobre o Edir Macedo, tá aqui uma matéria d’O Globo explicando o truque pelo desespero do record (que nada mais foi que uma vergonha).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *